Principais erros cometidos por vendedores

11 Erros cometidos por vendedores

2 min de leitura

Em tempos de retração econômica, o que ninguém quer é perder vendas e prejudicar o negócio como um todo. Por isso, é importante que os vendedores estejam afinados com as estratégias da loja, seguindo orientações que possibilitem a conquista das metas estabelecidas.

Confira este compilado com os 11 erros mais comuns apontados pelo Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas), pelo Sebrae e por especialistas em vendas:

1. Tentar adivinhar as vontades do cliente

Uma das situações mais desagradáveis quando se vai fazer uma compra é ser atendido por um vendedor que tenta adivinhar o que o cliente está pensando. Na verdade, na maioria das vezes, o vendedor não sabe o que o comprador está verdadeiramente desejando.

2. Não saber escutar

O cliente é quem deve passar quais são os motivos que o levaram a procurar pelo vendedor. Além de não tentar adivinhar os pensamentos do cliente, é importante que o vendedor ouça o que o comprador tem a dizer. Prestar atenção no cliente é fundamental.

3. Falar demais

Muitos vendedores falam muito na tentativa de agradar o cliente, mas na verdade estão diminuindo as chances de venda. O vendedor precisa oferecer soluções e realizar desejos de consumo e, para isso, é imprescindível conversar. Mas tenha bom senso e não exagere. O mais importante de tudo é entender as características do cliente e dar a ele a atenção necessária.

4. Não observar os gostos do cliente

O vendedor que não entende as necessidades do cliente acaba oferecendo aquilo que ele acredita ser o melhor. E isso baseado em seus próprios gostos e não nos sinais que o cliente demonstrou durante o atendimento.

5. Falta de preparo

Todo cliente percebe quando o vendedor não conhece bem o produto que vende ou o funcionamento do negócio. Quando isso acontece, a ligação de confiança que precisa existir é frustrada. O vendedor tem que ter o domínio desse processo de vendas, sabendo envolver o cliente ao responder a todas as dúvidas e questionamentos.

Receba dicas de gestão para Óticas diretamente no seu e-mail!

6. Abusar de gírias

Evite usar expressões manjadas, falar de maneira grotesca com gírias e gerúndio que é o “estarei fazendo ou estarei olhando”. É preciso ter criatividade e bom senso para vender um produto e deixar o cliente satisfeito.

7. Fazer parte de grupinhos de vendedores

A cena é tão comum quanto desagradável. Diante de um grupo de vendedores que conversam entretidos, o cliente se sente pouco à vontade para interromper e dificilmente comprará alguma coisa.

8. Abordagem desanimada ou decorada

Espontaneidade e atendimento personalizado são fundamentais para criar um ambiente de confiança e de interesse na experiência de compra. Já que quase tudo também pode ser comprado pela internet, o diferencial está no bom atendimento.

9. Não dar espaço para o cliente

Muitos clientes dizem que estão apenas olhando porque não querem os vendedores insistentes. Nesse caso, se coloque à disposição, mas dê espaço para que eles possam andar pela loja.

10. Abandonar o cliente

Mesmo que o cliente diga que está apenas olhando, não o abandone para atender um novo cliente. Toda pessoa que entra na sua Ótica é um potencial comprador, então persista um pouco mais para descobrir o que exatamente aquele cliente busca na sua loja.

11. Não dar alternativas

Quando o cliente pede um produto que não está disponível na loja, o vendedor deve oferecer uma alternativa. Nada pior do que o cliente sair da loja com a impressão de que não há interessante lá.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário =D

Ebook: 10 verdades sobre vendas em óticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>