Como vender melhor lentes progressivas

3 min de leitura

Por: Artemir Bezerra

A população brasileira, assim como em todo o mundo está envelhecendo, mas o que esta realidade tem a ver com o título deste artigo? A complicada e absurda conta da previdência social que não fecha não tem nada a ver com este artigo, mas o envelhecimento rápido da população brasileira tem tudo a ver com o setor óptico. Senão vejamos. Que tipo de lente as ópticas mais venderão neste novo cenário que se descortina? Questionamento fácil. Lentes progressivas. Acredito que em muitos lugares as lentes progressivas já representam a maior fatia de vendas dentre todas as lentes. Diante do exposto, uma pergunta não quer calar: será que as reclamações de usuários de lentes progressivas, em função das dificuldades de adaptação com as lentes, vai aumentar? É muito provável que sim, pois, as tolerâncias de erros, principalmente de medidas, quando se trata de lentes progressivas é ínfima e qualquer pequeno erro pode provocar grandes queixas do usuário e até inadaptação com as lentes.

Sem dúvida os vendedores, lojistas, Ópticos, Optometristas e oftalmologistas devem dedicar maior tempo para este cenário, sob pena de terem que enfrentar clientes insatisfeitos e enfurecidos por não conseguirem adaptação com suas lentes progressivas. Vendedores, lojistas e Ópticos devem conscientizar-se que as vendas de lentes progressivas devem seguir cuidados extras em relação às demais lentes vendidas.

Vamos, em seguida, listar alguns fatores que influenciam diretamente na adaptação das lentes progressivas e, se não forem corretamente observados, podem produzir enormes insatisfações e até inadaptações. Vamos a eles:

1. Refração errada

Neste caso a culpa recai sobre o Optometrista ou oftalmologista. As hipercorreções e/ou hipocorreções são desastrosas e comprometem a boa adaptação com as lentes.

2. Erro de medidas

Sem dúvida este item é o que mais atrapalha o usuário de lentes progressivas. Erros de medidas está entre as principais causas de inadaptações com lentes progressivas. Na prática muitos vendedores não dispensam a importância devida para este item tão decisivo.
Há tolerância de erro de até 5 mm nas medidas de DNPs e/ou centro óptico nos casos de lentes monofocais. Porém, quando se trata de lentes progressivas a tolerância é menor que 1 mm e, para muitos profissionais, a tolerância de erro nas lentes progressivas é zero.

Receba dicas de gestão para Óticas diretamente no seu e-mail!

3. Insuficiência de convergência

Esta é uma variável já abordada por mim em outro artigo publicado aqui no Portal Opticanet em 17 de abril de 2013. Poucos profissionais preocupam-se com a convergência no momento de indicar as lentes progressivas. Este é um erro grave, pois, a insuficiência de convergência impede que ocorra perfeita adaptação com as lentes progressivas, principalmente com as lentes de menor qualidade e área de visão intermediária e perto restritas.
Em outro artigo abordarei dicas sobre como solucionar este problema e proporcionar aos usuários boa adaptação com as lentes. É possível, mesmo utilizando lentes de menor qualidade conseguir adaptação e satisfação dos usuários.

4. Orientação adequada

Este é um item também desprezado por muitos profissionais de vendas, mas se observado adequadamente pode contribuir efetivamente com a melhor adaptação com as lentes progressivas.
Os usuários, principalmente de primeira viagem, devem ser orientados previamente sobre o período de adaptação com as lentes, os movimentos de cabeça e olhos adequados quando mudar do campo de longe para o campo de perto e vice-versa. Os clientes não têm obrigação de saber, por si só, que estão usando lentes que possuem áreas de visão delimitadas e com zonas restritas de visão claras.

Conclusão

Leitores, neste cenário em que as ópticas venderão cada vez mais lentes progressivas, é necessário que todos os envolvidos no processo de adaptação com estas lentes comprometam-se efetivamente em proporcionar a melhor experiência para estes presbitas. Excelentes negócios!

Escrito por: Artemir Bezerra

Óptico, Optometrista, Pós graduando em Optometria, Professor de Óptica, autor de Optometria no Brasil (2011) e Óptica Oftálmica Aplicada (2013).
Email: artemirbezerra@hotmail.com

Visite nossa sessão de materiais ricos e exclusivos para ópticas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>