Dia Mundial da Visão 2016

Dia Mundial da Visão

A data é um alerta para alavancar os cuidados com a visão. Oriente o seu cliente e informe-o sobre as doenças oculares.

A cegueira é um problema que atinge 1,2 milhões de brasileiros atualmente. Destes, conforme apontamentos do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), aproximadamente 700 mil poderiam estar enxergando. Isso seria possível porque, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) , entre 60% e 80% dos casos de cegueira são evitáveis e/ou tratáveis.

Para conscientizar a população sobre a necessidade do acompanhamento especializado para que as pessoas sejam diagnosticadas e tratadas em tempo hábil e evitar a evolução no número de casos de cegueira, a OMS e Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (IAPB) instituíram o Dia Mundial da Visão, lembrado sempre na segunda quinta-feira do mês de outubro.

O Dia Mundial da Visão é celebrado no dia 13, com o tema “Juntos Somos Fortes”. A iniciativa tem como meta fazer com que até 2019 seja reduzido em 25% o total de cegos por causas que poderiam ser evitadas.

Prevenção e tratamentos

Muitas doenças relacionadas à visão não apresentam sintomas e, quando são descobertas, já estão em estágio avançado e em quadro de difícil reversão. Este é o caso do glaucoma, que atualmente é a maior causa de cegueira irreversível no mundo. Saiba quais são as principais doenças oftalmológicas e os seus tratamentos.

Catarata

Qualquer opacificação do cristalino que atrapalhe a entrada de luz nos olhos, acarretando diminuição da visão. As alterações podem levar desde pequenas distorções visuais até a cegueira. Inúmeros fatores de risco podem provocar ou acelerar o aparecimento de catarata, incluindo medicamentos (esteróides), substâncias tóxicas (nicotina), doenças metabólicas (diabetes mellitus, galactosemia, hipocalcemia, hipertiroidismo, doenças renais), entre outras.

A catarata pode ser congênita (presente ao nascimento), secundária (aparece secundariamente, devido a fatores variados) ou senil (opacidade do cristalino em consequência de alterações bioquímicas relacionadas à idade). O tratamento clínico (efeito transitório), tratamento farmacológico e correção cirúrgica.

Ceratocone

Distúrbio chamado distrofia contínua e progressiva, que ocorre na córnea com afinamento, resultando no abaulamento anterior da córnea, na forma de cone. História familiar está presente de 6 a 8% dos casos, sugerindo herança familiar. Seu aparecimento mais comum ocorre entre os 13 e os 18 anos de idade. Uma complicação possível é a hidropsia aguda, líquido que penetra nas camadas da córnea e provoca diminuição súbita da acuidade visual associada a desconforto e lacrimejamento. O tratamento do episódio agudo é feito com solução salina hipertônica e oclusão, ou lente de contato terapêutica. O tratamento cirúrgico, com transplante penetrante de córnea, é indicado para os casos mais avançados ou com cicatrizes extensas que não melhoram com lentes de contato.

DMRI

Ocorre geralmente depois dos 60 anos de idade e afeta a área central da retina (mácula), que se degenerou com a idade. A DMRI acarreta baixa visão central (mancha central) dificultando principalmente a leitura. A prevenção e o tratamento da DMRI são realizados por meio de vitaminas, antioxidantes e óculos escuros ou claros com proteção UVA e UVB.
O tabagismo aumenta a incidência da Degeneração Macular. Os danos à visão central são irreversíveis, mas a detecção precoce e os cuidados podem ajudar a controlar alguns dos efeitos da doença. Em alguns casos é necessário a fotocoagulação por laser.

Glaucoma

Doença ocular que provoca lesão no nervo óptico e campo visual, podendo levar à cegueira. Na maioria dos casos, vem acompanhado de pressão intraocular elevada, mas pode ocorrer glaucoma de “baixa pressão”. Pode ser congênito (tratamento é cirúrgico), secundário (ocorre após cirurgia ocular, catarata avançada, uveítes, diabetes, traumas ou uso de corticoides) ou crônico (costuma atingir pessoas acima de 35 anos de idade. Uma das causas pode ser obstrução do escoamento de um líquido que existe dentro do olho chamado humor aquoso). Se a doença não for tratada, pode levar à cegueira. Por isso o exame oftalmológico anual, preventivo, é fundamental para detecção e tratamento precoce. Em geral o tratamento é realizado por meio de colírios, entretanto, caso o tratamento clínico não apresente resultados satisfatórios, a cirurgia torna-se uma opção.

Toxoplasmose

Atinge os olhos através de uma inflamação interna e pode causar cegueira. Quando uma mulher é infectada durante a gravidez, pode provocar danos ao feto. A toxoplasmose ocorre através da contaminação por microorganismos presentes nas fezes de animais como cachorro, gato, aves e carne de porco. O tratamento consiste no uso de antiparasitários.

Envie essa notícia para os seus clientes e os estimule a cuidar da saúde.

ssOtica

CEO e fundador do ssOtica. O ssOtica é um sistema de gestão específico para Ópticas. Com ele você organiza as informações de forma simples e fácil, reduzindo custos e aumentando a produtividade da sua loja.

Esse comentário possui 1 respostas

  1. Marcos says:

    Excelente!

Deixe seu comentário

Você pode utilizar esses códigos HTML ou esses atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>