Tipos de tratamento de lentes

5 Tipos de tratamento de lentes: conheça e indique o melhor para seu cliente

3 min de leitura

Quando uma pessoa procura sua ótica, ela já tem a receita e as indicações do oftalmologista. Mas, geralmente, ela ainda precisa de orientação para escolher os óculos mais indicados. Principalmente quanto aos tipos de tratamento de lentes.

Nesse processo, o atendente da ótica é uma figura muito importante. Por isso, quando você mostra segurança e conhecimento ao indicar o mais adequado, você transmite credibilidade e conquista a confiança do cliente.

Para te ajudar a se tornar um expert e oferecer uma venda consultiva, listamos neste artigo os principais tipos de tratamentos de lentes. Para isso, a primeira coisa a saber é que os tratamentos servem para melhorar a estética e o conforto visual de quem usa. Eles são itens como filtros e proteções que resolvem pequenos detalhes do dia a dia com os óculos.

A ideia é que você consiga avaliar as necessidades de cada pessoa e identificar o mais adequado para cada situação.

Vale ressaltar que esses são os tipos de tratamentos disponíveis no mercado hoje. Mas sempre há pesquisas sendo realizadas e novidades podem surgir. Então, sempre pesquise sobre o assunto e mantenha sua ótica atualizada com as principais tendências.

Além dos tratamentos de lentes ideal, veja também como sugerir os óculos certos para cada cliente.

1 – Tratamento de lentes: Antirrisco e Antiaderente ou Antiestático

A ideia desses tipos de tratamento é tornar as lentes mais resistentes. Como o próprio nome já diz, a lente antirrisco evita os arranhões e riscos. Já a antiaderente evita a adesão de partículas de poeira e manchas na superfície da lente.

Afinal, isso é feito por meio da aplicação de uma espécie de película protetora na superfície das lentes orgânicas. Então, acaba facilitando a limpeza, além de dar a elas maior durabilidade.

2 – Tratamento de lentes: Hidrofóbico e Oleofóbico

Ambos os tratamentos são aplicados para evitar aderência de substâncias à superfície das lentes.

O Hidrofóbico evita que as gotas de água fiquem na lente, enquanto o Oleofóbico evita que sujeira, gordura e impressões digitais fiquem aderentes.

Esse tratamento facilita a limpeza dos óculos, além de melhorar a nitidez visual proporcionada pela lente. Isso porque evita que a lente fique embaçada. Elas também causam um melhor conforto visual em dias chuvosos pois evita que qualquer gotícula de água que entre em contato com a lente, se espalhe e atrapalhe a visão.

3 – Tratamento de lentes: Ultravioleta

Assim como para a pele, os raios ultravioleta também constituem uma ameaça para a saúde dos olhos. Diferente do que muitos pensam, não são somente as lentes escuras que podem proteger a visão dos raios UV. É por isso que existe o tratamento para lentes com o filtro Ultravioleta.

Além das lentes escuras,  hoje em dia, existem algumas lentes com filtro UV que ajudam a proteger os olhos do cansaço visual, da formação de pterígio e do surgimento de catarata precoce, além de lesões na retina.

A utilização de lentes com esse filtro ajuda a prevenir doenças causadas pela exposição do sol.

Então, para saber mais sobre a importância de se proteger contra os raios UVA e UVB, clique aqui.

4 – Tratamento de lentes: Antirreflexo

Esse é um dos tipos de tratamento de lente mais importante. O antirreflexo ajuda a reduzir os reflexos da superfície, o que melhora a qualidade da imagem que chega aos olhos da pessoa que usa os óculos.

Feito em lentes cristais ou orgânicas, esse tratamento aumenta, inclusive, a transparência das mesmas. Devido a sua relevância, existem diversos tipos de tratamento antirreflexo, com diferenciais próprios, de acordo com as necessidades.

Um exemplo é o Teflon, com filtro residual azul transparente, que vem com antirreflexo, antirrisco e antiestático. Tudo isso proporciona lentes mais limpas, transparentes e resistentes.

5 – Tratamento de lentes: Filtro Night Drive

Como dissemos, os tratamentos ajudam a tornar as lentes mais confortáveis para quem usa.

O filtro Night Drive é um ótimo exemplo disso. Ele filtra os raios UV e os raios azuis dos espectros de luz, diminuindo o cansaço visual e a sonolência ao dirigir à noite ou no mau tempo.

Isso acontece pela sua característica de só deixar chegar aos olhos os raios intensamente purificados, fornecendo uma visibilidade melhor e mais agradável.

Conclusão: fique sempre alinhado com os tipos de tratamentos de lentes

Deu para perceber a importância e a credibilidade que dá saber mais sobre os tratamentos, não é? Aqui, listamos apenas alguns dos principais. Mas para se manter informado, você deve estar em constante estudo e pesquisa para ficar por dentro das novidades.

Se o seu cliente for bem recebido e sentir que você sabe do que está falando, ele vai sentir segurança em comprar e em voltar à sua ótica. Além do mais, lembre-se que ter conhecimento e organização são fundamentais para qualquer negócio se manter um sucesso.

Confira os modelos de óculos de grau que não podem faltar na sua ótica