Entenda a diferença entre despesas fixas e variáveis na sua Ótica

Despesas fixas e variaveis da sua ótica

Para que sua ótica prospere e cresça cada vez mais é preciso conhecer e fazer o controle das despesas fixas e variáveis. É quando para-se para pensar sobre esses detalhes que surgem as dúvidas mais comuns: o que são despesas fixas e variáveis? Qual a diferença entre elas? Vamos responder essas questões de forma simples e prática para você controlar as despesas da sua ótica.

Despesas fixas

São aquelas que, independente do seu faturamento ou volume de vendas de armações, lentes ou acessórios mensal, sempre vão existir. Isso não quer dizer que os valores sejam fixos, eles podem mudar de um mês para o outro. Entretanto é importante ressaltar que eles sempre virão.

Conheça alguns exemplos:

  • Água
  • Telefone
  • Energia Elétrica
  • Internet
  • Aluguel (caso o imóvel não seja próprio)
  • Salário dos funcionários
  • Tarifas bancárias
  • Contratos de serviços em geral recorrentes

Receba dicas de gestão para Óticas diretamente no seu e-mail!

Despesas variáveis

Os gastos variáveis estão associados diretamente aos resultados da empresa. Ou melhor, aquelas que variam de acordo com o volume produzido ou vendido. Portanto, só existe a despesa, se houver vendas ou produção.

Portanto uma despesa variável, pois pode acontecer em um mês e no outro não. Podemos explicar essa conceito com uma frase: “vende-se mais, paga-se mais. Vende-se menos, paga-se menos”.

Conheça alguns exemplos de contas variáveis:

  • Armações de óculos
  • Caixinhas para óculos
  • Impostos sobre quantidade de mercadoria
  • Gastos com publicidade
  • Fretes

Como administrar a ótica com esses conceitos?

Primeiro passo para conseguir administrar bem o seu negócio é entender os dois conceitos. Assim, você terá mais facilidade para fazer e executar o planejamento financeiro e estratégico da óptica.

Desta maneira, você saberá administrar melhor os gastos e destinar valores para cada tipo de gasto. Esse exercício também poderá ser feito para identificar em quais linhas será possível reduzir ou cortar custos para evitar desperdícios e aumentar o lucro da loja.

Porque separar as despesas fixas e variáveis?

  • Para separar os valores corretos ou aproximados para arcar com as responsabilidades.
  • Ter previsibilidade de gastos para evitar atrasar pagamentos e pagar multas.
  • Identificar o ponto de equilíbrio da empresa. Ou melhor, o quanto será necessário vender por mês para no mínimo poder pagar as contas fixas.
  • Perceber se existem mais despesas fixas ou variáveis e assim identificar melhorias e aumento do seu lucro.

Leitura recomendada: Fluxo de Caixa para Óticas: Entenda o que é e saiba como fazer

Conclusão

Quando falamos em despesas fixas, há a necessidade de se ter dinheiro em caixa para arcar com os gastos mensais que não podem ser evitados. Isso exige ainda mais cuidado para evitar que a ótica feche o mês no vermelho simplesmente por não ter separado os valores para quitar esses gastos.

Já no caso das variáveis, são mais simples de serem administrados, pois há maior possibilidade de se reduzir custos. Isso porque é possível buscar armações nacionais ou economizar nas embalagens sem perder a qualidade no produto ou serviço prestado.

Guia sobre gestão financeira para Ópticas
ssOtica

CEO e fundador do ssOtica. O ssOtica é um sistema de gestão específico para Ópticas. Com ele você organiza as informações de forma simples e fácil, reduzindo custos e aumentando a produtividade da sua loja.

Esse comentário possui 0 respostas

Deixe seu comentário

Você pode utilizar esses códigos HTML ou esses atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>