14 estatísticas do mercado Óptico que você precisa conhecer

2 min de leitura

O mercado de óptica no Brasil é responsável por 0,46% do PIB em 2012, com faturamento maior que 19 bilhões de reais. Outros dados ainda projetam um progresso de 100% para os próximos 5 anos.

Manter sua ótica atualizada – com produtos inovadores que estejam alinhados às tendências do mercado – é imprescindível para fazer parte desse crescimento. Neste momento, a melhor forma de identificar oportunidades é estar por dentro das estatísticas mais recentes do ramo.

Confira a seguir 14 estatísticas do mercado de ótica que você precisa conhecer, baseadas na pesquisa da empresa GS&MD!

1. Os mais vendidos

Os produtos que têm maior demanda no mercado são armações de óculos (incluindo óculos de sol), lentes de óculos (grau + lentes de sol), lentes de contato e acessórios.

2. Hábitos do consumidor

As características que os consumidores julgam mais importantes na escolha da óptica ideal são, nesta ordem: ambientação, vitrine, mix de produtos, serviços (como atendimento domiciliar) e atributos especiais (atendimento personalizado e honesto).

3. Importação

A maioria das ópticas e laboratórios prefere trabalhar com produtos importados por julgar que eles têm melhores preços, qualidade e tecnologia quando comparados aos nacionais.

4. Regiões

As regiões do Brasil com maior demanda de produtos de óptica são: Sudeste (47,7%), Nordeste (24,8%), Sul (15,7%), Centro-Oeste (7,7%) e Norte (4,1%).

5. Projeção

Se, em 2012, o faturamento do setor foi de 19,5 bilhões de reais, para 2017 (período de cinco anos) estima-se que a casa dos 39 bilhões de reais seja ultrapassada.

6. Qualidade

Os estudos também mostram que o consumidor está mais bem informado, priorizando cada vez mais qualidade de visão e nitidez, além de buscar produtos de maior qualidade.

7. Desafios passados

Nos últimos cinco anos, os principais desafios apontados pelo setor foram a qualidade do produto final e a profissionalização da mão de obra.

8. Desafios futuros

O principal desafio é enfrentar e intensificar a fiscalização em relação à pirataria, lutando no combate aos produtos pirateados e contra as importações ilegais.

9. Classe consumidora

As classes B e C foram responsáveis pelo consumo de mais de 86% do mercado óptico brasileiro. O Sudeste liderou a concentração do consumo dessas classes, com 58,02% do total de compradores.

10. Homens x mulheres

Em relação a armações de receituário, 67% dos homens e 59% das mulheres são usuários dessas especialidades. Na categoria óculos solares, a porcentagem é 67% dos homens e 65% das mulheres.

11. Prioridades

Os principais aspectos apontados pelo público entrevistado na hora da escolha de armações de receituário foram: necessidade, leitura, trabalho e moda.

12. Internet

A pesquisa apontou que a internet é bastante utilizada pelos consumidores, mas somente para busca de informação e pesquisa de preço, não para a compra do produto final.

13. Características para compra

O que o cliente mais busca na hora da compra em lojas físicas: garantia, possibilidade de experimentar o produto, bom atendimento e descontos ou parcelamentos.

14. Preferência do mercado

O consumidor prefere comprar em lojas de rua, seguido por lojas de shopping, quiosque de shopping, camelô, clínicas, lojas de departamento, internet, lojas de surfwear e lojas de vestuário e catálogo.

Os resultados das pesquisas no setor e mercado de óptica são, certamente, satisfatórios e otimistas. A partir das estatísticas apontadas, é possível analisar suas estratégias e enquadrar seu negócio dentro das principais características da pesquisa, fazendo com que ele cresça e seja mais lucrativo.

Você já conhecia alguma dessas estatísticas ou sabe de outra que não está na lista? Nos conte nos comentários! E não deixe de conferir os dados mais atualizados do mercado óptico em 2018.

Baixe a pequisa completa sobre o mercado óptico em 2018;